Há mais árvores do que se pensa: Existem 73.300 espécies de árvores!

Um rio corre pela floresta tropical Nos trópicos, a diversidade das espécies é especialmente alta (© Minden Pictures)

6 de mai. de 2022

Carvalho, árvore de faia, abetos e pinheiros - com um pouco de exercício, qualquer um pode decidir qual é a espécie mais comum na Alemanha. Em muitos países fora da Europa, isso é impossível. Existem 73.300 espécies de árvores no mundo inteiro. Conforme um novo estudo, 9200 delas ainda são desconhecidas pela ciência.

Muitas das espécies ainda não descobertas pela ciência estão abrigadas, em especial, na América do Sul. Os  autores do estudo presumem que lá haja 3.900 espécies misteriosas, em especial, na Bacia Amazônica e nos Andes, dos pés até a 3500 m de altitude. Em cada um dos outros continentes, existem de 1400 até 2500 espécies não investigadas.

No geral, a América do Sul exerce um papel determinante na biodiversidade arborícola. Segundo o estudo, lá existem mais de 31.100 espécies, o que corresponde a 43% de todasa as espécies de árvores do nosso planeta inteiro. Ainda segundo o estudo, na Eurásia estão contidas 16.300 espécies de árvores (22%); na África, 11.900 espécies (16%); na América do Norte, 11.100 (15%) e na Oceania, 8.200 (8%).

A maior diversidade de espécies está, como já era de se esperar, nas florestas tropicais e subtropicais, conquanto o estudo também tenha identificado muitas espécies em pradarias, savanas ou até mesmo em regiões secas.

Ao se observar os continentes mais acuradamente, dá para reconhecer uma enorme variedade: Enquanto nos trópicos e subtrópicos eurasianos existem mais de 14.500 espécies de árvores, na floresta boreal e na Taiga, existem apenas 126, - na tundra, só tem 65. Os trópicos e subtrópicos norte-americanos contém mais de 9.000 espécies de árvores - enquanto que na tundra, só são 22.

É possível encontrar apenas 0,1% de todas as espécies de árvores em todos os cinco continentes.

No estudo, os autores salientam que muitas das espécies desconhecidas de árvores são raramente encontradas, ou só existem em áreas muito limitadas, sendo, portanto, espécies endêmicas. Para a proteção das espécies, isto representa um desafio muito especial.

O estudo "The number of tree species on Earth" foi publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Inscreva-se aqui agora para receber a nossa newsletter.

Continue informado e alerta para proteger a floresta tropical, continuando a receber a nossa newsletter!