Os indígenas Kaapor são os melhores protetores da floresta tropical do Brasil

Kaapor fazendo reunião na floresta amazônica Pessoas do povo Kaapor na floresta amazônica (© Andrew Johnson) TI Alto Turiaçu: território dos Ka’apor - Imagem de satélite do noroeste do estado brasileiro do Maranhão Já a partir do espaço sideral, dá para reconhecer bem a floresta verde-escura da Terra Indígena Alto Turiaçu dos Kaapor (© Google Maps) Macaco-caiarara subindo em um galho Macaco caiarara subindo em um galho (© CC BY-SA 4.0)

1 de jun. de 2023

Nos últimos dez anos, as derrubadas na floresta tropical brasileira vêm aumentando, e também os territórios de povos indígenas foram afetados, ainda que em escala bem menor. Só os indígenas Kaapor, que são parceiros da nossa associação, conseguiram destacar-se contrariamente a essa tendência geral, tendo defendido exitosamente sua floresta.

Um time de especialistas brasileiros examinou, com base em fotos de satélite, a evolução do desmatamento na floresta amazônica nos últimos anos (2013-2021). Sobretudo durante o mandato do ex-presidente - não reeleito - Jair Bolsonaro, os desmatamentos haviam aumentado fortemente, no geral. No entanto, esse crescimento não teve a mesma intensidade por toda parte, e em alguns territórios, foi possível observar um quadro contrário a essa tendência.

Os desmatamentos nos territórios indígenas foram claramente menores do que as áreas florestais situadas fora deles, conforme estudo publicado pela revista Nature em abril de 2023. As análises mostram que os povos indígenas protegem e defendem a natureza essencialmente melhor, conforme estudos anteriores já haviam demonstrado.

O povo indígena Kaapor, a quem nossa associação vem dando apoio na assecuração de seu territóiro desde 2021 (leia a descrição do projeto aqui), protegem a floresta tropical, segundo o estudo, melhor do que ninguém. A Terra Indígena Alto Turiaçú - situada no estado do Maranhão - não só exibe a menor taxa de desmatamento dentre os 232 territórios indígenas examinados, como também se destacou contra a tendência geral - já que sua taxa de desmatamento caiu - embora os Kaapor estejam sendo gravemente ameaçados.

Nosso Parceiro do Conselho dos Indígenas Kaapor

Até os limites de seu território de 531 mil hectares, a Terra Indígena Alto Turiaçú - cuja área corresponde a 5 vezes a cidade de São Paulo - toda a floresta já foi derrubada para dar lugar a pastos, soja e mineração. O Território Indígena Alto Turiaçú - que é devidamente demarcado e reconhecido pelo Estado - destaca-se como uma ilha verde envolta por um mar de destruição 

Para melhor se defenderem de invasores como desmatadores, caçadores ilegais e garimpeiros atrás de ouro, o Conselho dos Kaapor vem desenvolvendo atividades e estratégias distintas. Grupos de jovens indígenas fazem ronda na área e capturam os invasores. Com o apoio de “Salve a Floresta”, os Kaapor mediram seu território e o dividiram em zonas diversas de proteção e utilização. Para isso, foram transferidos assentamentos do interior do território para pontos estratégicos situados em suas bordas. Desse modo, eles conseguem descobrir os invasores cedo o suficiente para lograr expulsá-los.

Um resumo dos resultados do projeto - o qual contém diversos mapas, tabelas e fotos, pode ser encontrado aqui: https://www.regenwald.org/files/de/Kaapor-Auswertung-partizip-Landmanagement-3-23.pdf

Indígenas e proteção das florestas no Brasil

No Brasil, existem hoje cerca de 700 mil indígenas vivendo em 732 áreas oficialmente reconhecidas e demarcadas como Terras Indígenas (TI). Mais da metade dessas terras fica na Amazônia brasileira, ostentando uma área de quase1,2 milhões de km2 defloresta tropical. Elas asseguram não apenas a sobrevivência dos povos indígenas, seus saberes sobre a natureza e sua extraordinária diversidade cultural. Seus territórios tem significado-chave para a biodiversidade, para o armazenamento de carbono e para a regulação do clima global.


  1. revista Nature em abril de 2023.Silva-Junior, C.H.L., Silva, F.B., Arisi, B.M. et al. Brazilian Amazon indigenous territories under deforestation pressure. Sci Rep 13, 5851 (2023): https://www.nature.com/articles/s41598-023-32746-7

  2. floresta tropicalInstituto Socioambiental 2023. Localização e extensão das Tis: https://pib.socioambiental.org/pt/Localização_e_extensão_das_TIs

Inscreva-se aqui agora para receber a nossa newsletter.

Continue informado e alerta para proteger a floresta tropical, continuando a receber a nossa newsletter!